Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palimpsesto

"Para sobreviver é preciso contar histórias“

31 Dez, 2019

Por sorte, o leite

Neil Gaiman é um escritor com uma criatividade surpreendente e uma escrita muito versátil, para todas as idades.  Gosto particularmente da sua abordagem à mitologia. Este ano resolvi oferecer ao meu filho pelo Natal dois livros de Neil Gaiman, Odd e os gigantes de gelo, um texto sobre um menino Viking, que ainda não lemos, e Por sorte, o leite, o livro que, este ano que agora termina, nos arrancou as maiores gargalhadas. Já não ria assim há muito tempo...

Por sorte, o leite é a história de um pai que ficando sozinho com os seus dois filhos, a mãe tinha ido a uma conferência onde ia fazer uma apresentação sobre lagartos, vê-se na necessidade de ir comprar leite para os cereais de pequeno-almoço e para o seu chá. Sair para ir à mercearia comprar leite pode ser o início de uma inusitada aventura! Raptado por um disco metálico onde pessoas-bolhas verdes, viscosas e muito resmungonas, que pretendiam redecorar o mundo, lhe exigem o planeta, vê-se obrigado a fugir por uma porta de emergência, que o catapulta para o continuum espaço-tempo... a partir daqui a história vai girando muito bem no tempo, passando por barcos de piratas, vulcões e profecias, e vumpiros esvomeados, a bordo de uma bola-flutuante-transportadora-de-pessoas e, por sorte, o leite... o melhor é lerem. As ilustrações são fantásticas!

4 comentários

Comentar post