Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palimpsesto

"Para sobreviver é preciso contar histórias“

Dei por mim a olhar para a estante, perdida nos livros, sem pensar em nada. Reler algum dos que há anos repousam as lombadas na memória fugidia? Porque não... apesar de livros por ler sobejarem sempre. Sobressaiu-se Bohumil Hrabal, na estante há 14 anos. Voltei a lê-lo, ontem. Não pude deixar de pensar neste tempo que passou, onde estava há 14 anos e como a vida se transformou desde então. Outro exercício que gosto de fazer consiste em me sentir hoje nesta história tentando (...)
16 Abr, 2020

A Mulher da Areia

Foi assim que, em consequência de se ter concentrado a desenhar na sua alma a imagem da Areia-que-desliza, o homem por vezes tinha como que sentido escoar-se o mais profundo do seu ser, dominado pela Ilusão. Kobo Abe Certo dia desapareceu um homem. Talvez não fizesse a menor diferença. Vivia sozinho e ninguém sabia da sua intenção de viajar para aproveitar o feriado. De Tóquio a Tottori a distância media-se em pensamentos sobre o alcance de um hobby. Podia a (...)
“Nosso pai não voltou. Ele não tinha ido a nenhuma parte. Só executava a invenção de se permanecer naqueles espaços do rio, de meio a meio, sempre dentro da canoa, para dela não saltar, nunca mais. A estranheza dessa verdade deu para estarrecer de todo a gente. Aquilo que não havia, acontecia.” João Guimarães Rosa – A Terceira Margem do Rio Aquilo que não havia, acontecia! Este conto de Guimarães Rosa chegou-me para permanecer. Um conto pequeno, aparentemente de (...)
31 Dez, 2019

Por sorte, o leite

Neil Gaiman é um escritor com uma criatividade surpreendente e uma escrita muito versátil, para todas as idades.  Gosto particularmente da sua abordagem à mitologia. Este ano resolvi oferecer ao meu filho pelo Natal dois livros de Neil Gaiman, Odd e os gigantes de gelo, um texto sobre um menino Viking, que ainda não lemos, e Por sorte, o leite, o livro que, este ano que agora termina, nos arrancou as maiores gargalhadas. Já não ria assim há muito tempo... Por sorte, o leiteé a (...)
30 Dez, 2019

O Gigante Enterrado

“Este livro não sai da cabeça, recusa-se a ir embora, força o leitor a voltar a ele... excecional.” Neil Gaiman Ishiguro é um escritor de profundidade que intencionalmente nos puxa para as profundezas do sentir, como se percorrêssemos pela primeira vez alamedas de emoções, com a mesma curiosidade de um turista em terra alheia, mas onde (não) encontramos referências suficientes e, a dada altura, já não sabemos como voltar e mergulhamos ainda mais, até que por fim se (...)